Ansiedade por Temor de Desempenho


O temor de desempenho é um sentimento de agitação e nervosismos que causa insegurança quando estamos submetidos a um estresse psicológico motivados por vergonha, medo de falhar, falar em público. Ele se manifesta através de pensamentos negativos que inundam nossa mente quando estamos diante de situações em que está em jogo nossa capacidade de realização, seja numa entrevista para emprego, uma reunião de negócios, atletas disputando uma prova.

Imaginando uma situação de risco real percebemos muitas alterações em nosso corpo: respiração ofegante, coração acelerado, rubor na face, pupilas dilatadas. Nesses momentos, nosso cérebro ativa áreas específicas que tem a função de preservação e estimula a produção de cortisol e adrenalina com a finalidade de aguçar nossa percepção e permitir que o sangue se intensifique em nossos músculos.

Nos dias atuais e com uma vida cada vez mais atribulada, vivemos em constante estresse resultante de elevada carga de cobrança pessoal, envolvida numa enorme ansiedade pela obtenção dos resultados desejados. Ocorre que o estresse e ansiedade excessivos são fatores que também estimulam a produção de cortisol e adrenalina no organismo, que em grandes quantidades, diminui a circulação sanguínea nos órgãos genitais e, consequentemente, prejudicam a vida sexual.

No aspecto da sexualidade é muito comum, principalmente nos homens, a preocupação com sua performance sexual. Essa preocupação excessiva pode levar a disfunção erétil e o receio e a vergonha em falhar novamente, pode levar o homem a se isolar e se afastar de qualquer contato sexual, criando assim um círculo vicioso onde a cura vai se distanciando cada vez mais. A ejaculação prematura (precoce) também e uma disfunção sexual que tem em suas raízes psicológicas a ansiedade por temor de desempenho. O medo de falhar na relação agrava o quadro de disfunção que, por sua vez, eleva o medo de falhar e assim por diante.

Mais e mais as mulheres passaram a exigir o desempenho no ato sexual e vejo em minhas consultorias um crescente número de mulheres se queixando da perda de ereção ou ejaculação prematura (precoce) dos seus parceiros. Isso ocorre quando o homem fica ansioso e preocupado com o próprio desempenho antes mesmo de começar o ato sexual. A adrenalina e o cortisol presentes em sua corrente sanguínea no início da relação poderão prejudicar e até mesmo impedir a ereção. Com sua autoestima e autoconfiança abaladas, instala-se um círculo vicioso: estando preocupado com o desempenho, ele se desconcentra daquilo que o excita para observar a resposta física de seu corpo, preocupando-se com a possibilidade de ejacular ou perder a ereção.

Num caso de ansiedade extrema o terapeuta sexual poderá solicitar a intermediação de um médico psiquiatra para avaliação e prescrição medicamentosa para controlar a ansiedade. A participação da parceira é também de suma importância, já que a cobrança afeta o desempenho do parceiro. Caberá ao terapeuta sexual ministrar técnicas de assertividade para eliminar as cobranças e também orientar o casal na focagem das sensações visando o aprimoramento da percepção sensorial, utilizando-se de exercícios a serem feitos em casa.

Infelizmente observamos em nossas consultorias um número elevado de casais que procuram ajuda como última alternativa e quando o casamento já está na eminência de dissolução. A comunicação franca, aberta e isenta de preconceitos e tabus é fundamental para que a relação não fique desgastada e também para que a parceira não fique imaginando que a disfunção sexual esteja associada à falta de interesse ou amor ou mesmo a existência de um caso extraconjugal.

A terapia sexual é um conjunto de técnicas utilizadas para o tratamento das inadequações e disfunções sexuais (problemas sexuais envolvendo diminuição ou inibição do desejo sexual, dificuldades para manter o corpo excitado ou obstáculos para sentir satisfação com a atividade sexual), destinadas a pessoas que não conseguem, a partir dos seus próprios recursos, obter uma resposta sexual que lhe seja satisfatória. Além disso, a terapia sexual tem como objetivo auxiliar o (a) cliente a compreender sua história sexual e o seu desenvolvimento. Portanto deusas, na presença de quaisquer um desses problemas não hesite em procurar um terapeuta sexual.

#Disfunçãoerétil #Perdadeereção #Desempenhosexual #Educaçãosexual